Ayrton foi um grande piloto brasileiro de fórmula 1, por três vezes foi campeão da categoria, em 1988, 1990 e 1991.  O início da sua carreira começou competindo no kart em 1973 e em “carros de fórmula” em 1981, quando venceu as Fórmulas Ford 1600 e 2000. Alcançou em 1983 o título de campeão do Campeonato Britânico de Fórmula 3 batendo vários recordes. O desempenho de Ayrton foi o que impulsionou sua ascensão à Fórmula 1, onde a sua primeira aparição foi na categoria no Grande Prêmio do Brasil de 1984 pela equipe Toleman-Hart. Senna pontuou em cinco corridas na sua primeira temporada, fechando o ano com treze pontos e a nona posição na classificação geral dos pilotos. No ano seguinte, ingressou na Lotus-Renault, ao longo de três temporadas Ayrton venceu seis grandes prêmios.

Senna dedicava-se a jet skis, motos, aeromodelos e principalmente helicópteros além das corridas. Era administrador de várias marcas e empreendimentos também, além de ter patrocinado vários programas de assistência filantrópica, principalmente os ligados a crianças carentes. Depois da sua morte, Viviane Senna que era sua irmã, fundou o Instituto Ayrton Senna, uma organização não governamental que oferece oportunidades de desenvolvimento humano a crianças e jovens de baixa renda.  A criação do personagem Senninha teve com a intenção de atingir o público infantil para transmitir os ideais do piloto, como a superação, dedicação e o gosto pela vitória.

Quando Senna morreu, provocou uma das maiores comoções da história do Brasil, bem como repercussão mundial. Em pesquisas feitas com jornalistas especializados, pilotos e torcedores, é considerado o melhor piloto da história da Fórmula 1. Em 1999, foi eleito pela revista Isto É o esportista do século XX no Brasil. No auge de sua carreira, era considerado o maior ídolo brasileiro, onde que depois de quase três décadas ele continua mantendo o pódio.

Primeiros anos

Ayrton Senna era filho do empresário Milton Guirado Theodoro Da Silva e de Neyde Joanna Senna Da Silva, Senna nasceu em 21 de março de 1960, na Maternidade de São Paulo, no bairro de Cerqueira César, São Paulo. Desde novo ele se interessava por automóveis.

Seu pai sempre o incentivou, um entusiasta das competições automobilísticas, que montou o primeiro kart de Senna quando este tinha quatro anos, onde ele montou com um motor de máquina de cortar grama. Quando Senna tinha nove anos, já conduzia jipes pelas estradas dentro das propriedades rurais de Milton. Na televisão, gostava de assistir o anime Speed Racer, sobre um piloto de corrida.

 Filantropia

Quando Ayrton estava vivo, ajudou inúmeras vezes programas de assistência a carentes, onde que os principais eram com crianças. A única condição que ele pediu era o total sigilo. Caso a imprensa descobrisse, ele negaria. Sua forma de fazer doações era um pouco peculiar pois nem mesmo a sua família muitas vezes não sabia de suas doações. Ayrton ajuda por amor e não para promoção pessoal.

Ele demonstrava publicamente preocupação com a pobreza generalizada no Brasil, especialmente em relação aos mais jovens. No ano de 1994 doou 45 mil dólares para um programa de assistência a crianças, filhos de seringueiros do Acre – “Saúde sem limites” – gerido pelo seu amigo professor Sid Watkins. Ele doava largas somas para a creche do “Espaço Santa Terezinha”, direcionada às crianças pobres, gerenciada por Maria José Magalhães Pinto. Julian Jakobi, empresário de Ayrton, confirmou que o piloto costumava ligar de algum lugar do planeta para pedir que ele fizesse doações a instituições ou pessoas. Certa vez, no início da década de 1990, durante os conflitos na Bósnia, Senna ajudou crianças vítimas da guerra. Em certa ocasião, Ayrton visitou uma entidade de assistência a crianças portadoras de graves deficiências. Um caso em específico chocou o tricampeão, três irmãos portadores de graves deformações fizeram com que ele passasse mal durante a visita.

Pouco antes de sua morte, ele criou a estrutura de uma organização dedicada às crianças pobres brasileiras, que mais tarde se tornou o Instituto Ayrton Senna. Após sua morte, foi descoberto que ele havia doado em segredo uma porção muito grande de sua fortuna pessoal (estimada em cerca de US$ 400 milhões) para ajudar crianças pobres.

No futebol, Ayrton Senna se declarava torcedor do Corinthians, fato muito celebrado pela torcida do clube por sua própria condição de ídolo nacional. Em 1988, logo após o primeiro título mundial, Ayrton tornou-se sócio do clube português Os Belenenses. A adesão do piloto se deu através de uma ação de marketing do então presidente, Miguel Pardal.

Ayrton não teve filhos, até sua morte teve três sobrinhos, o piloto Bruno Senna, Bianca Senna e Paula Senna – filhos de Viviane Senna. Sobre Bruno, Ayrton declarou em 1993: “Se vocês acham que eu sou rápido, esperem para ver meu sobrinho Bruno.”

Morte

Ao participar da terceira corrida da temporada, o GP de San Marino, em Ímola, Senna rapidamente fez a terceira melhor volta da corrida, seguido por Michael Schumacher. Senna iniciara o que seria a sua última volta na F1; ele entrou na curva Tamburello (a mesma em que bateu Nelson Piquet com a Williams em 1987 e também onde bateu Berger com a Ferrari em 1989) e perdeu o controle do carro devido a uma barra de direção quebrada, seguindo reto e chocando-se violentamente contra o muro de concreto. A telemetria mostrou que Senna, ao notar o descontrole do carro, ainda conseguiu, nessa fração de segundo, reduzir a velocidade de cerca de 300 km/h (195 mph) para cerca de 200 km/h (135 mph). Os oficiais de pista chegaram à cena do acidente e, ao perceber a gravidade, só puderam esperar a equipe médica. Por um momento a cabeça de Senna se mexeu levemente, e o mundo, que assistia pela TV, imaginou que ele estivesse bem, mas esse movimento havia sido causado por um profundo dano cerebral. Após ser levado para o hospital em poucas horas veio a notícia de que estava morto.

A morte do piloto foi considerada pelos brasileiros como uma tragédia nacional e o governo brasileiro declarou três dias de luto oficial.  O governo brasileiro também lhe concedeu honras de chefe de Estado, com a característica salva de tiros. Entre o cortejo do caixão com o corpo do piloto desde o Aeroporto de Guarulhos até a Assembléia Legislativa o velório, que durou aproximadamente 24 horas, e o cortejo final desde a Assembleia até o Cemitério do Morumbi, aproximadamente dois milhões de pessoas estiveram presentes.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ayrton_Senna